ATA DA 65ª REUNIÃO DO CONSECANA-PARANÁ - CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ÁLCOOL DO ESTADO DO PARANÁ, REALIZADA NO DIA 29 DE JULHO DE 2005, NO AUDITÓRIO DA ALCOPAR EM MARINGÁ, PR.

Aos 29 dias do mês de julho de 2005, às 14:00 horas, reuniram-se os Conselheiros do Consecana-Paraná, no auditório da Alcopar em Maringá, Paraná, cujas presenças foram devidamente registradas no Livro de presenças de reuniões do Conselho. 

A reunião foi presidida pelo senhor Dagoberto Delmar Pinto, presidente do Conselho, assistida pelo Sr. Eduardo Sérgio Quintanilha Braga representante do setor rural e secretariada por Jefrey Kleine Albers, secretário executivo do Conselho. 

Iniciando os trabalhos, o presidente da reunião convidou o Sr. Eduardo Sérgio Quintanilha Braga para compor a mesa diretiva como representante do setor rural em substituição ao Sr. Paulo Sidney Zambon, Vice-presidente do Conselho, que não compareceu à reunião por motivos particulares. 

1)     Leitura, discussão e aprovação da ata da última reunião 

Sr. Dagoberto solicitou ao secretário que procedesse a leitura da ata da 64ª reunião, realizada em 28/06/2005 e posteriormente colocou-a em apreciação. Não havendo manifestação pelos presentes, a ata foi colocada votação e aprovada sem alterações. 

2)     Apresentação dos professores da UFPR 

Em seqüência o Sr. Dagoberto solicitou aos professores da Universidade Federal do Paraná, José Canziani e Vânia Guimarães, a apresentação dos preços de comercialização dos produtos resultantes da industrialização da cana-de-açúcar (açúcar no mercado interno e no mercado externo, álcool anidro e hidratado), referentes ao mês de julho, bem como suas cotações na BM&F,  CSCE e a projeção das cotações do dólar.

Aberta a palavra para discussões sobre a apresentação o Sr. Evaristo Nicolau de Jandaia do Sul questionou qual seria o motivo da redução na comercialização do álcool conforme apresentado. Em resposta o Sr. Dagoberto enumerou as seguintes considerações: a redução de comercialização não se justifica pela redução de consumo, principalmente face o aumento de veículos bi-combustíveis no mercado e o preço do álcool ser compensador para o consumidor quando comparado com o da gasolina; o consumo nacional de álcool tem mantido a média histórica; a expectativa de exportações é a mesma do ano passado; a retenção de estoques pode ser uma estratégia das indústrias para aumento de preços e equilíbrio na oferta e demanda do produto. Finalizando as discussões o Sr. Irimal Basso, conselheiro representante do setor rural comentou que pode haver também alguma retenção de cana in natura.

Colocados em votação, foram aprovados os valores apresentados e determinada a nova projeção de preços da cana-de-açúcar da safra 2005/2006, sendo regulamentados pela Resolução n.º 04 Safra 2005/2006. 

3)     Assuntos gerais 

O Sr. Adriano, da Alcopar, apresentou a situação da safra atual indicando que até o dia 15 de junho último haviam sido industrializadas 11,7 milhões de toneladas de cana com uma média de 1,77 milhões ao mês. Neste ritmo de produção estima-se que os estoques de cana atendam a demanda até o mês de novembro. Comparativamente com o ano anterior, já foram moídas 30% (trinta por cento) a mais de cana. 

4)     Encerramento 

O Sr. Dagoberto consultou os presentes quanto à data para realização da próxima reunião e a mesma foi alterada para o dia 31 de agosto, quarta-feira, no Auditório da Alcopar em Maringá-PR às 14:00h. Agradeceu a presença dos membros e encerrou a reunião da qual foi lavrada a presente ata que vai assinada pelo presidente do Conselho, Sr. Dagoberto Delmar Pinto e pelo Sr. Eduardo Sérgio Quintanilha Braga, representante do setor rural.

CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ALCOOL
DO ESTADO DO PARANÁ - CONSECANA-PARANÁ

RESOLUÇÃO Nº 04 - SAFRA 2005/2006

Os Conselheiros do Consecana-Paraná reunidos no dia 29 de Julho de 2.005 na sede da Alcopar, na cidade de Maringá, atendendo os dispositivos disciplinados no Capítulo II do Título II do seu Regulamento, aprovam e divulgam o preço do ATR realizado em Julho de 2.005 e a projeção atualizada do preço da tonelada de cana-de-açúcar básica para a safra de 2005/2006, que passam a vigorar a partir de 01 de Agosto de 2.005.

Os preços médios do Kg do ATR, por produto, obtidos no mês de Julho de 2.005 conforme levantamento efetuado pelo Departamento de Economia Rural e Extensão da Universidade Federal do Paraná, são apresentados a seguir:

PREÇO DO ATR REALIZADO EM JULHO/2005
SAFRA 2005/2006 - PREÇOS EM REAIS A VISTA

 

PREÇO DOS PRODUTOS - PVU - SEM IMPOSTOS

Produtos

Mês

Acumulado

 

Mix

Preço

Mix

Preço

AMI

3,72%

           24,56

2,33%

           23,68

AME

53,65%

           19,55

43,82%

           19,96

AEAr

5,14%

         771,80

2,71%

         732,94

AEHr

6,49%

         700,44

6,33%

         704,01

AEAd - ME

0,00%

                -  

0,00%

                -  

AEAd - MI

10,95%

         771,80

9,29%

         713,76

AEHd - ME

7,05%

         664,28

12,79%

         615,47

AEHd - MI

12,99%

         700,44

22,71%

         695,05

AEHof

0,01%

         722,63

0,02%

         727,67

Obs: 1) AEAd - ME+MI

10,95%

                771,80

9,29%

                713,76

             AEHd - ME+MI

20,03%

                690,83

35,50%

                668,07

 

PREÇO LÍQUIDO DO ATR POR PRODUTO

Produtos

Mês

Acumulado

 

Mix

Preço

Mix

Preço

AMI

3,72%

         0,2583

2,33%

         0,2491

AME

53,65%

         0,2074

43,82%

         0,2117

AEAr

5,14%

         0,2344

2,71%

         0,2226

AEHr

6,49%

         0,2221

6,33%

         0,2232

AEAd - ME

0,00%

                -  

0,00%

                -  

AEAd - MI

10,95%

         0,2540

9,29%

         0,2349

AEHd - ME

7,05%

         0,2310

12,79%

         0,2141

AEHd - MI

12,99%

         0,2436

22,71%

         0,2417

AEHof

0,01%

         0,2513

0,02%

         0,2531

Média

                               0,2231

                               0,2229

 

 

 

 

 

Obs: 1) AEAd - ME+MI

10,95%

                0,2540

9,29%

                0,2349

             AEHd - ME+MI

20,03%

                0,2403

35,50%

                0,2324

 

PROJEÇÃO DE PREÇO DA CANA-DE-AÇÚCAR - MÉDIA DO ESTADO DO PARANÁ
SAFRA 2005/2006 - PREÇOS EM REAIS A VISTA

 

PREÇO DOS PRODUTOS - PVU - SEM IMPOSTOS

Produtos

MIX

Média

AMI

2,25%

           27,56

AME

39,91%

           20,56

AEAr

3,89%

         897,67

AEHr

5,20%

         788,93

AEAd - ME

0,00%

                -  

AEAd - MI

19,08%

         916,91

AEHd - ME

6,32%

         637,76

AEHd - MI

23,34%

         807,62

AEHof

0,01%

         727,67

 

PREÇO LÍQUIDO DO ATR POR PRODUTO

Produtos

MIX

Média

AMI

2,25%

         0,2898

AME

39,91%

         0,2181

AEAr

3,89%

         0,2727

AEHr

5,20%

         0,2501

AEAd - ME

0,00%

                -  

AEAd - MI

19,08%

         0,3018

AEHd - ME

6,32%

         0,2218

AEHd - MI

23,34%

         0,2809

AEHof

0,01%

         0,2531

Media

 

         0,2544

 

PROJEÇÃO DO PREÇO DA CANA BÁSICA - R$/TON

121,9676 Kg ATR

 CAMPO

 ESTEIRA

PREÇO BÁSICO

            27,78

            31,02

PIS/COFINS

             1,05

             1,18

TOTAL

            28,83

            32,20

 

Maringá , 29 de Julho de 2.005

DAGOBERTO DELMAR PINTO
Presidente

EDUARDO SÉRGIO QUINTANILHA BRAGA
Representante do Setor Rural