ATA DA 38ª REUNIÃO DO CONSECANA-PARANÁ - CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ÁLCOOL DO ESTADO DO PARANÁ, REALIZADA NO DIA 29 DE ABRIL DE 2003, NO AUDITÓRIO DA ALCOPAR, EM MARINGÁ – PR.

Aos 29 dias do mês de Abril de 2003, às 15:30, reuniram-se os Conselheiros do Consecana-Paraná, no auditório da Alcopar, sito na Avenida Carneiro Leão, nº 135 – 9º andar, em Maringá, cujas presenças foram devidamente registradas no Livro de Presenças de reuniões do Conselho.

O presidente do Conselho, senhor Paulo Sidney Zambon convidou para participar da mesa os senhores, Dagoberto Delmar Pinto, Vice-Presidente e Adilson Ricardo, Secretário Executivo, e iniciou a presente reunião, segundo a pauta fixada.

1 – Aprovação da Ata da 37ª Reunião, realizada no dia 28/03/2003. O Secretário Executivo procedeu a leitura da leitura da Ata da reunião anterior, a qual foi aprovada por todos os Membros presentes.

2 – Apresentação pela UFPR dos preços de comercialização dos subprodutos da cana de açúcar, referente ao mês de Abril de 2003. O Professor José Roberto Canziani, com apoio da professora Vania Guimarães, da UFPR, apresentou as várias planilhas nas quais se observam as variações dos preços de comercialização dos produtos resultantes da industrialização da cana-de-açúcar no decorrer do mês de Abril de 2003 e os valores finais da safra 2002/2003. Após as apresentações e discussões, os Membros do Consecana-Paraná aprovaram os valores e determinaram o Preço Final da Cana-Básica da safra 2002/2003.

Os valores aprovados se tornaram, em conjunto, na Resolução nº 13 – Safra 2002-2003, com a seguinte redação:

 

CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ÁLCOOL DO ESTADO DO PARANÁ
CONSECANA – PARANÁ

RESOLUÇÃO Nº 13 – SAFRA 2002/2003

A Diretoria do Consecana-Paraná reunida no dia 29 de Abril de 2003, no auditório da ALCOPAR, em Maringá e, atendendo os dispositivos disciplinados no Capítulo II do Título II do seu Regulamento, aprova e divulga o preço do ATR realizado no mês de Abril de 2003 e o valor final do preço da tonelada de cana-de-açúcar básica para a safra 2002/2003.

Os preços médios do kg do ATR, por produto, obtidos no mês de Abril de 2003, conforme levantamento efetuado pelo Departamento de Economia Rural e Extensão da Universidade Federal do Paraná, são apresentados a seguir:

A)- PREÇO DO ATR REALIZADO EM ABRIL DE 2003:

PREÇO DOS PRODUTOS – PVU – S/IMPOSTOS:

Produtos

Mês

Acumulado

Mix

Preço

Mix

Preço

AMI

16,60%

39,20

3,22%

24,48

AME

3,12%

32,44

39,68%

21,26

AEAr

1,34%

992,98

3,99%

603,74

AEHr

3,46%

907,57

6,46%

561,51

AEAd

21,79%

992,98

17,87%

670,29

AEHd

53,69%

907,57

28,77%

628,69

AEHof

0,00%

-

0,02%

625,33


PREÇO LÍQUIDO DO ATR POR PRODUTO:

Produtos

Mês

Acumulado

 

Mix

Preço

Mix

Preço

AMI

16,60%

0,3937

3,22%

0,2459

AME

3,12%

0,3258

39,68%

0,2135

AEAr

1,34%

0,2880

3,99%

0,1751

AEHr

3,46%

0,2747

6,46%

0,1700

AEAd

21,79%

0,3110

17,87%

0,2099

AEHd

53,69%

0,3018

28,77%

0,2091

AEHof

0,00%

-

0,02%

0,2080

MÉDIA

0,3187

0,2083


B)- PREÇOS DA CANA DE AÇÚCAR – CONSECANA-PARANÁ

MÉDIA DO ESTADO DO PARANÁ

SAFRA 2002/2003 – PREÇOS EM REAIS À VISTA:

PREÇOS DOS PRODUTOS – PVU – SEM IMPOSTOS

Produtos

MIX

Média

AMI

3,22%

24,48

AME

39,68%

21,26

AEAr

3,99%

603,74

AEHr

6,46%

561,51

AEAd

17,87%

670,29

AEHd

28,77%

628,69

AEHof

0,02%

625,33


PREÇO LÍQUIDO DO ATR POR PRODUTO

Produtos

MIX

Média

AMI

3,22%

0,2459

AME

39,68%

0,2135

AEAr

3,99%

0,1751

AEHr

6,46%

0,1700

AEAd

17,87%

0,2099

AEHd

28,77%

0,2091

AEHof

0,02%

0,2080

Media

 

0,2083


C)- PREÇO FINAL DA CANA-DE-AÇÚCAR - SAFRA 2002/2003

MÉDIA DO ESTADO DO PARANÁ - R$ POR TONELADA:

 

CAMPO

ESTEIRA

Preço(121,9676 kg ATR)

22,74

25,40

PIS/COFINS (*)

0,86

0,96

TOTAL

23,60

26,36

(*)– O PIS e COFINS incide somente para produtores pessoas jurídicas.

Maringá, 29 de Abril de 2003.

Assinam a presente resolução o Presidente e o Vice-Presidente do Consecana-Paraná.

3 – Discussão e aprovação dos novos percentuais da matéria prima nos produtos finais:

Após as negociação entre os setores representados no CONSECANA-PARANÁ, foi aprovado os novos percentuais de participação da matéria prima nos produtos finais, para vigorar já a partir da safra 2003/2004, cuja regulamentação se deu através da Circular nº 01 – safra 2003/2004, com a seguinte redação:

CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ÁLCOOL DO ESTADO DO PARANÁ
CONSECANA – PARANÁ

CIRCULAR Nº 01 – SAFRA 2003/2004

A Diretoria do Consecana-Paraná reunida no dia 29 de Abril de 2003, na sede da ALCOPAR, em Maringá, aprovou, após as negociações ocorridas entre os setores rural e industrial que compõe o Conselho, os novos percentuais de participação da matéria prima nos produtos finais, conforme os valores a seguir:

AÇÚCAR MERCADO INTERNO - AMI 54,79%
AÇÚCAR MERCADO EXTERNO - AME 54,79%
ÁLCOOL ETÍLICO ANIDRO residual - AEAr 54,79%
ÁLCOOL ETÍLICO HIDRARADO residual - AEHr 54,79%
ÁLCOOL ETÍLICO ANIDRO direto - AEAd 58,99%
ÁLCOOL ETÍLICO HIDRARADO direto - AEHd 59,99%
ÁLCOOL ETÍLICO HIDRATADO outros fins- AEHof 59,99%

Os percentuais definidos nesta reunião entram em vigor na safra 2003/2004, que se inicia no mês de Maio de 2003.

Maringá, 29 de abril de 2003

Assinam a presente Circular o Presidente e o Vice-Presidente do Consecana-Paraná.

4 – Apresentação de valores, discussão e aprovação da projeção do preço da cana-básica para a safra 2003/2004.

Com o encerramento oficial da safra 2002/2003, os membros do Consecana-Paraná, passaram a avaliar os números discutidos anteriormente, para a projeção dos preços para a safra 2003/2004.

Após as discussões, os Conselheiros do Consecana Paraná aprovaram a projeção do preço da cana-básica para a safra 2003/2004, sendo regulamentado pela Resolução nº 01 – Safra 2003/2004, transcrita a seguir.

CONSELHO DOS PRODUTORES DE CANA-DE-AÇÚCAR, AÇÚCAR E ÁLCOOL DO ESTADO DO PARANÁ
CONSECANA – PARANÁ

RESOLUÇÃO Nº 01 – SAFRA 2003/2004

A Diretoria do Consecana-Paraná reunida no dia 29 de Abril de 2003, na sede da ALCOPAR, em Maringá, atendendo os dispositivos disciplinados no Capítulo II do Título II do seu Regulamento, aprova e divulga a projeção do preço da tonelada de cana-de-açúcar básica para a safra 2003/2004.

PROJEÇÃO DE PREÇOS DA CANA DE AÇÚCAR

MÉDIA DO ESTADO DO PARANÁ

SAFRA 2003/2004 – PREÇOS EM REAIS À VISTA:

PREÇOS DOS PRODUTOS – PVU – SEM IMPOSTOS:

Produtos

MIX

Média

AMI

4,69%

30,14

AME

38,88%

23,90

AEAr

4,91%

857,95

AEHr

5,71%

776,01

AEAd

22,30%

867,74

AEHd

23,52%

794,12

AEHof

0,00%

-


PREÇO LÍQUIDO DO ATR POR PRODUTO

Produtos

MIX

Média

AMI

4,69%

0,3147

AME

38,88%

0,2495

AEAr

4,91%

0,2587

AEHr

5,71%

0,2442

AEAd

22,30%

0,2817

AEHd

23,52%

0,2736

AEHof

0,00%

-

Media

 

0,2656


PROJEÇÃO DO PREÇO DA CANA BÁSICA - SAFRA 2003/2004

R$ POR TONELADA:

 

CAMPO

ESTEIRA

Preço(121,9676 kg ATR)

29,00

32,39

PIS/COFINS (*)

1,10

1,23

TOTAL

30,10

33,62

(*)– O PIS e COFINS incide somente para produtores pessoas jurídicas.

Maringá, 29 de Abril de 2003.

Assinam a presente Resolução Presidente e o Vice-Presidente do Consecana-Paraná.

5 – Renovação do Convênio com a Fundação da Universidade Federal do Paraná:

O professor José Roberto F. Canziani, em nome da equipe, agradeceu o apoio e a confiança depositada nos trabalhos desenvolvidos pela Fundação da UFPR, o que motivou a recomendação às entidades mantenedoras para que o convênio fosse renovado por mais dois anos.

6 – Substituição de alguns representantes na composição do Conselho:

Em função da saída de alguns membros do Consecana-Paraná, as entidades mantenedoras indicaram alguns novos nomes. e assim o Consecana-Paraná passa a ser constituído pelos seguintes membros:

1)- REPRESENTANTES DO SETOR INDUSTRIAL-

A)- MEMBROS TITULARES:

AMILTON ANTONIO CIMADON – Cooperativa Nova Produtiva – Astorga – Pr.
DAGOBERTO DELMAR PINTO –Cocamar – Maringá – Pr.
GIOVANI CRISPIM – Sabarálcool – Engenheiro Beltrão – Pr.
JOSÉ LUIS BERNARDES – Vale do Ivaí – São Pedro do Ivaí – Pr.
LILIAN F. M. TICIANEL – Usina Bandeirantes – Bandeirantes – Pr.
WILLIAN AP. BISOLI – Cooperval – Jandaia do Sul – Pr.

B)- MEMBROS SUPLENTES:

APARECIDO CARLOS FADONI – Cocamar – Maringá – Pr.
CRISTIANO MACHADO SEIDINGER – Copagra – Nova Londrina – Pr.
DEMÉTRIO Y. NASSU – Corol – Rolândia – Pr.
ERNANI JOSÉ BARÉA – FB/Usaciga – Cidade Gaúcha – Pr.
OSNI MANOEL LIMA – Casquel – Cambará – Pr.
PAULO ROBERTO MISQUEVIS – Usiban – Bandeirantes – Pr.

2)- REPRESENTANTES DO SETOR RURAL:

A)- MEMBROS TITULARES:

EDUARDO SÉRGIO A. QUINTANILHA BRAGA – Sindicato Rural Jacarezinho – Pr.
IRIMAL APARECIDO BASSO – Sindicato Rural de Rondon - Pr.
JOÃO BATISTA MENEGUETTI – Sindicato Rural de Paranacity - Pr.
PAULO SIDNEY ZAMBON – Sindicato Rural de Bandeirantes - Pr.
SIDNEY MENEGUETTI – Sindicato Rural de Maringá - Pr.
SILVIO MUNHOZ LEMBI –- Sindicato Rural de Astorga - Pr.

B)- MEMBROS SUPLENTES:

JEFFERSON JOSE MURACAMI – Sindicato Rural de Paranacity - Pr.
JOÃO TADEU LOPES BONINI – Sindicato Rural de Maringá - Pr.
JOSÉ ALVARES – Sindicato Rural de Astorga - Pr.
JULIO CESAR MENEGUETTI – Sindicato Rural de Ivaté - Pr.
PEDRO PANHAN DA SILVA – Sindicato Rural de Rolândia - Pr.
SEBASTIÃO OLÍMPIO SANTAROSA – Sindicato Rural de Tapejara - Pr.

3)- SECRETARIA EXECUTIVA:

SECRETÁRIO: ADILSON RICARDO – FAEP – Curitiba – Pr.
ASSESSORES: MARIO T. GONDO e JOSÉ ADRIANO DA SILVA DIAS.

7)- Presidência do CONSECANA PARANÁ para o período Maio de 2003 a Abril de 2004:

Seguindo o que determina o Parágrafo 2º do Artigo 9º do Estatuto do Consecana-Paraná, a presidência do Conselho para o período de Maio de 2003 a Abril de 2004 será exercida pelo representante do setor industrial. O senhor Anisio Tormena Presidente da Alcopar e dos Sindicatos da Indústria do Álcool e do Açúcar, após algumas palavras de agradecimento pelos trabalhos desenvolvido pelo Consecana-Paraná, empossou a nova composição do Conselho e a nova mesa diretora, que ficou assim constituída:

PRESIDENTE: DAGOBERTO DELMAR PINTO – Cocamar – Maringá.

VICE-PRESIDENTE: PAULO SIDNEY ZAMBON – Sindicato Rural de Bandeirantes.

O novo presidente do Consecana-Paraná agradeceu a confiança depositada em seu nome e solicitou o apoio de todos para que possa desenvolver um bom trabalho a frente do Conselho.

8)- Discussão sobre a realização de Seminários/Reuniões para esclarecer o funcionamento do Consecana-Paraná:

Em função de que muitos produtores/arrendadores de terras para o cultivo da cana-de-açúcar tem mostrado desconhecimento sobre a forma de pagamentos com base no sistema Consecana-Paraná, foi proposto a realização de reuniões esclarecedoras, tomando como base de cada reunião a sede da unidade industrial e os Sindicatos Rurais da região de atuação da unidade industrial. Assim, o Consecana-Paraná propõe as entidades mantenedoras a realização das Reuniões/Seminário. Após a aprovação da realização dessas reuniões, o Secretário Executivo e os Assessores do Conselho, juntamente com os professores da UFPR, elaborarão a proposta de realização, com o calendário, as estimativas de despesas, entre outros assuntos.

9)- Comportamento da safra:

O senhor José Adriano apresentou o documento encaminhado ao senhor Ministro da Agricultura, no qual o setor informa que atendendo ao chamamento do Governo, para antecipar a produção de álcool, produziu até 27/04/2003, 65.709 metros cúbicos, volume bem superior aos 51.254 metros cúbicos que caberia ao Estado do Paraná produzir até o final do mês de abril, conforme definido na reunião com o senhor Presidente da República.

10)- Encerramento da reunião e data da próxima reunião:

A próxima reunião mensal do Conselho será realizada no dia 28 de Maio de 2003 – Quarta feira, às 14,00 horas, na sede da Alcopar, em MARINGÁ – PR.

Nada mais para ser tratado o novo Presidente do Consecana-Paraná, Dagoberto Delmar Pinto agradeceu a presença de todos e encerrou a presente reunião, da qual se lavrou a presente Ata, que após aprovada, vai assinada pelo presidente, pelo Vice-Presidente Paulo Sidney Zambon e pelo Secretário Executivo – Adilson Ricardo.

SAFRA 2002/2003 - PREÇOS EM REAIS A VISTA
PREÇO DOS PRODUTOS - PVU – SEM IMPOSTOS

Produtos

MIX

Maio

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

Jan

Fev

Mar

Abr

Saldo

Media

AMI

8,87

17,66

17,77

16,38

18,44

20,06

23,30

31,99

35,14

34,87

38,71

40,41

39,20

24,48

24,48

AME

31,31

16,19

16,21

18,09

19,56

20,85

26,23

25,39

23,38

27,40

31,07

30,37

32,44

21,26

21,26

AEAr

4,61

585,70

547,17

428,54

486,60

536,46

643,79

765,57

767,62

821,99

1.041,93

1.002,78

992,98

603,74

603,74

AEHr

5,19

556,59

494,04

414,98

416,49

488,47

557,31

701,49

719,31

805,90

929,93

906,49

907,57

561,51

561,51

AEAd

24,45

585,70

547,17

428,54

486,60

536,46

643,79

765,57

767,62

821,99

1.041,93

1.002,78

992,98

670,29

670,29

AEHd

25,58

556,59

494,04

414,98

416,49

488,47

557,31

701,49

719,31

805,90

929,93

906,49

907,57

628,69

628,69

AEHof

0,00

-

600,06

423,09

526,86

530,82

584,70

653,19

666,37

-

-

-

-

625,33

625,33

PREÇO LIQUIDO DO ATR POR PRODUTO

Produtos

MIX

Maio

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

Jan

Fev

Mar

Abr

Saldo

Média

AMI

8,87

0,1774

0,1785

0,1645

0,1852

0,2015

0,2340

0,3213

0,3529

0,3502

0,3888

0,4058

0,3937

0,2459

0,2459

AME

31,31

0,1626

0,1628

0,1817

0,1964

0,2094

0,2634

0,2550

0,2348

0,2752

0,3120

0,3050

0,3258

0,2135

0,2135

AEAr

4,61

0,1699

0,1587

0,1243

0,1411

0,1556

0,1867

0,2221

0,2227

0,2384

0,3022

0,2909

0,2880

0,1751

0,1751

AEHr

5,19

0,1685

0,1496

0,1256

0,1261

0,1479

0,1687

0,2124

0,2177

0,2440

0,2815

0,2744

0,2747

0,1700

0,1700

AEAd

24,45

0,1834

0,1714

0,1342

0,1524

0,1680

0,2016

0,2398

0,2404

0,2574

0,3263

0,3140

0,3110

0,2099

0,2099

AEHd

25,58

0,1851

0,1643

0,1380

0,1385

0,1625

0,1854

0,2333

0,2392

0,2680

0,3093

0,3015

0,3018

0,2091

0,2091

AEHof

0,00

-

0,1996

0,1407

0,1752

0,1765

0,1945

0,2172

0,2216

-

-

-

-

0,2080

0,2080

Média

 

0,1733

0,1632

0,1625

0,1701

0,1822

0,2236

0,2426

0,2366

0,2678

0,3184

0,3084

0,3187

0,2098

0,2083

Preço Cana Básica 121,9676 kgs de ATR

 

 

Maio

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez

Jan

Fev

Mar

Abr

Saldo

Média

Preço

S/PIS/COFINS

18,93

17,84

17,74

18,57

19,90

24,41

26,49

25,84

29,24

34,77

33,67

34,80

22,91

22,74

Campo

C/PIS/COFINS

19,64

18,51

18,41

19,28

20,65

25,34

27,49

26,82

30,35

36,09

34,95

36,12

23,77

23,60

Preço

S/PIS/COFINS

21,14

19,93

19,82

20,67

22,23

27,27

29,59

28,86

32,66

38,84

37,61

38,87

25,59

25,40

Esteira

C/PIS/COFINS

21,94

20,68

20,57

21,45

23,07

28,30

30,71

29,96

33,90

40,31

39,03

40,34

26,56

26,36

 

AMI - PREÇOS COMPARATIVOS, PR E SP

AMI – PREÇOS MENSAIS E MÉDIA DO ANO

AME – PREÇOS COMPARATIVOS, PR E SP

AME – PREÇOS MENSAIS E MÉDIA DO ANO

AAC – PREÇOS COMPARATIVOS, PR E SP

AAC – PREÇOS MENSAIS E MÉDIA DO ANO

AHC – PREÇOS COMPARATIVOS, PR E SP

AHC – PREÇOS MENSAIS E MÉDIA DO ANO

ATR DO MÊS – VALORES COMPARATIVOS, PR e SP

PREÇO DA CANA BÁSICA

EVOLUÇÃO DOS PREÇOS DA CANA BÁSICA NO CAMPO SEM PIS/COFINS

EVOLUÇÃO DOS PREÇOS DO ATR

EVOLUÇÃO DO VOLUME DE ATR COMERCIALIZADO POR MÊS

PREÇO MÉDIOS DA CANA NAS ÚLTIMAS 3 SAFRAS

(1) 121,9676 kg de ATR
(2) 137,3500 kg de ATR
(3) Deflacionado pelo IGP-DI - abril/03
OBS: Variação do IGP (abr/01 a abr/02): 8,68%
Variação do IGP (abr/02 a abr/03): 34,02%

 

PREÇO MÉDIOS DO AÇÚCAR NAS ÚLTIMAS 3 SAFRAS

(*) Deflacionado pelo IGP-DI - abril/03
OBS: Variação do IGP (abr/01 a abr/02): 8,68%
Variação do IGP (abr/02 a abr/03): 34,02%

 

AMI - PREÇOS MÉDIOS MENSAIS
SAFRAS 00/01 A 02/03 E PROJEÇÃO PARA A SAFRA 03/04

AME - PREÇOS MÉDIOS MENSAIS
SAFRAS 00/01 A 02/03 E PROJEÇÃO PARA A SAFRA 03/04


AAC - PREÇOS MÉDIOS MENSAIS
SAFRAS 00/01 A 02/03 E PROJEÇÃO PARA A SAFRA 03/04


AHC - PREÇOS MÉDIOS MENSAIS
SAFRAS 00/01 A 02/03 E PROJEÇÃO PARA A SAFRA 03/04


CANA - PREÇOS MENSAIS E MÉDIA ANUAL
SAFRAS 00/01 A 02/03 E PROJEÇÃO PARA A SAFRA 03/04

 

SIMULAÇÕES DO PREÇO DA CANA BÁSICA PARA A SAFRA 03/04, SEGUNDO DIFERENTES
AUMENTOS NA PARTICIPAÇÃO DA MATÉRIA-PRIMA